Custo da compra de um imóvel

Ao comprar um imóvel em Portugal, podem existir vários custos.

Como noutros países, existem custos adicionais, além do preço de compra do imóvel. Em parte, esses custos são obrigatórios. Os nossos clientes recebem uma lista dos custos incorridos na compra da propriedade desejada.

 

Custos Obrigatórios:

 

Taxas de cartório: São entre um e três por cento do preço de compra e são incorridas durante a compra real. Aqui é importante informar antecipadamente, pois esses custos são geralmente transferidos para o comprador. Os compradores podem economizar muito dinheiro escolhendo um notário barato.

 

Imposto Municipal sobre Transacções Onerosas (IMT): Para imóveis que custam menos de 92.407 euros e são permanentemente habitados pelo comprador, não há taxa de transferência de propriedades.

 

Imposto sobre a propriedade (IMT): varia por região e deve ser pago anualmente. Esta situa-se entre 0,3 e 0,8% do valor do imobiliário, de acordo com a entrada do cadastro. Os valores são permanentemente inseridos lá e são geralmente bem abaixo do valor de mercado do imóvel.

 

Imposto do selo: Este é pago na administração fiscal e deve ser apresentado ao notário na assinatura do contrato de compra. Isso equivale a 0,8% do preço de compra

 

Registo Predial: Registo do imóvel no IRN, por norma o valor a pagar é de 250 euros